13 fatos sobre Sexta-Feira 13 que você (provavelmente) não sabe


13. Título

Inicialmente, o longa iria se chamar A Long Night at Camp Blood (Uma Longa Noite no Camping Sangrento, em tradução livre). Pouco antes da campanha de marketing começar, o produtor Sean S. Cunningham decidiu trocá-lo para Sexta-Feira 13.

12. Máscara

A icônica máscara do vilão foi criada a partir de uma máscara de goleiro antiga do time de hockey do Detroit Red Wings. Ela foi introduzida na franquia a partir do terceiro filme.

11. Visual

No roteiro inicial, Jason era um menino normal. Quando o maquiador Tom Savini foi contratado para cuidar dos efeitos visuais, ele convenceu o escritor Victor Miller que o personagem deveria ser deformado.

10. Nome do Personagem

Para seu primeiro nome, Victor Miller pensou em algo que combinasse “Ian” e “Josh”, nomes de seus filhos. O sobrenome, Voorhees, foi inspirado em uma garota que Miller conheceu na escola, cujos últimos nomes eram “Van Voorhees”.

9. Perseguida na Vida Real

A atriz Adrienne King, que interpretou Alice no filme original, passou a ser realmente perseguida por um sujeito. Ele, por várias vezes, deixou recados estranhos na porta de seu apartamento. Adrienne ficou tão assustada, que resolveu dar um tempo na carreira, temendo sair de casa.

8. Mamma Mia

Muita gente não lembra ou não sabe que o assassino do primeiro Sexta-Feira 13 é, na verdade, Pamela Voorhees, a mãe de Jason. Ele só aparece de relance, nos segundos finais.

7. Origem em Quadrinhos

A família Voorhees nunca foi explorada no cinema – inclusive, essa é a promessa do novo remake. Entretanto, numa mini-série em quadrinhos, Pamela conta sua “bela” história de vida. A trama da HQ se desenrola antes dos eventos do primeiro filme, com a mamãe contando (através de vários flashbacks) sua vida para Annie, uma de suas vítimas.

6. Trilha Sonora

A música tema é baseada na frase da Sra. Voorhees “Kill her, mommy!”. As primeiras letras das palavras Kill e Mommy são repetidas diversas vezes “kill, kill, kill, ma, ma, ma”.

5. Ameça ao Camping

Após o primeiro Sexta-Feira 13 ser lançado em 1980 e com as sequências nos anos seguintes, diversas crianças deixaram de acampar. A queda chegou a 69% em 1982.

4. Vilão sem Personalidade

Jason foi interpretado por diversos atores ao longo da franquia. Quem mais colocou a máscara de hockey foi Kane Hodder (a esquerda), que assumiu o papel no sétimo filme e seguiu encarnando o personagem até Jason X. Em 2009, Derek Mears (o careca à direita) assinou contrato para três sequências, mas o remake flopou e Mears foi dispensado.

3. Jason Rambo

Em Jason Ataca em Nova York, oitavo filme da série, os produtores chegaram a considerar que o maníaco usasse uma metralhadora para eliminar suas vítimas. O trecho descartado do roteiro trazia Jason carregando artilharia pesada, vestindo um colete com granadas, facas e pistolas.

2. Jason na TV?

Sexta-Feira 13 se tornou tão popular nos anos 1980 que acabou ganhando uma série televisiva em 1987. O programa, apesar de ser uma bosta e ter relação NENHUMA com o filme – similar a Além da Imaginação, contava a história de uma loja de antiguidades cujos objetos faziam parte de uma maldição -, rendeu três temporadas. Foi exibido no Brasil com o título Loja do Terror.

1. Ja$$$on Voorhees

Talvez a sexta-feira 13 não seja um dia tão ruim assim. O longa de 1980 custou míseros US$ 550 mil e arrecadou mais de US$ 40 milhões, apenas nos EUA, abrindo caminho para trocentas sequências. No total, a franquia já arrecadou quase US$ 500 milhões.