Escolha de Ben Affleck como Batman vira piada na web


Ben Affleck é uma piada

Um levante contra Ben Affleck tomou conta da web desde que a Warner Bros. oficializou o ator/diretor de Argo no papel de Batman. Fãs xiitas do morcego criaram uma petição online (que já conta com mais de 60 mil assinaturas) contra a escolha de Affleck, e outros tantos internautas tem se manifestado no Facebook, Twitter e afins, rechaçando o astro. Segundo a Fizziology, empresa que promove análises de mídias sociais, cerca de 71% dos 96 mil tweets disparados uma hora após a noticia divulgada na última quinta-feira (22) foram reações negativas.

Entre os comentários mais corriqueiros estão críticas à atuação de Affleck como Demolidor, herói da Marvel interpretado pelo ator no longa homônimo de 2003. “Ele será o único ator odiado tanto por fãs da Marvel (Demolidor) quanto da DC Comics (Batman)”, disse um fã no Twitter. Piadinhas e memes também não faltam, citando a possibilidade de Matt Damon, amigo e parceiro de longa data de Affleck – os dois ganharam juntos o Oscar de Melhor Roteiro em 1997 por Gênio Indomável -, ser escolhido para viver o Robin.

O caldo entornou ainda mais na sexta-feira (23), quando o Hollywood Reporter informou que o contrato do ator vale para múltiplos filmes e não apenas para o encontro de Batman e Superman, que começará a ser rodado em fevereiro de 2014. Com isso, a página da Warner no Facebook foi massacrada por novos comentários negativos, ao mesmo tempo em que mais páginas anti-Affleck foram criadas. Um hater mais exaltadinho chegou ao cúmulo de programar um evento de suicídio coletivo para a data da estreia do filme, em julho de 2015.

Enquanto os fãs protestam de um lado, do outro, a classe artística sai em defesa do colega. Joss Whedon, diretor de Os Vingadores, foi o primeiro a se manifestar a favor: “Affleck vai arrasar. Ele tem a capacidade, ele tem o queixo – só precisa do material. Affleck e Cavill frente a frente – Estou dentro”, publicou o cineasta em sua conta no Twitter. “Dê uma chance a Ben!”, pediu Val Kilmer (Batman Eternamente), enquanto Adam West (o Batman gordinho da série de TV dos anos 1960) aconselhou: “Lembre-se Ben, com a capa e o capuz vêm grandes responsabilidades (e muito calor). Traga desodorante”.

A discussão ainda está rendendo e o bafafá vai demorar para baixar a poeira. É bom lembrar que em 2009, quando o estúdio revelou a escolha de Heather Ledger para o papel do Coringa em Batman – O Cavaleiro das Trevas, muitos fãs ficaram revoltados. O resultado foi uma atuação que entrou para a história, rendendo um Oscar póstumo para o ator, que morreu subitamente poucos dias antes do lançamento do filme.