"Salve Geral" vai disputar indicação ao Oscar

O Brasil mais uma vez tem chances de brigar por uma vaga na maior festa do cinema. A produção Salve Geral, do diretor Sérgio Rezende (Zuzu Angel), será a representante do país na briga por uma indicação na categoria melhor filme estrangeiro do Oscar 2010. A escolha foi divulgada nesta sexta (17), pela Secretaria do Audiovisual, entidade ligada ao Ministério da Cultura. Os cinco indicados efetivamente serão anunciados no próximo mês de janeiro nos Estados Unidos. A cerimônia está prevista para acontecer em 7 de março, em Los Angeles.

Orçado em R$ 9 milhões, o longa conta a história de uma professora de piano que luta para tirar o filho da cadeia. A atriz Andréa Beltrão encarna a personagem principal. Como pano de fundo, os acontecimentos tenebrosos em torno da ação do Primeiro Comando da Capital (PCC), facção criminosa que parou a capital paulista em maio de 2006, em represália às más condições dos presídios brasileiros.

A decisão da comissão, que incluía o cineasta Carlos Gerbase, o produtor Beto Rodrigues, o crítico de cinema Carlos Alberto Mattos, a diretora da Escola de Comunicação da UFRJ Ivana Bentes e o exibidor Luiz Gonzaga de Luca, não foi unânime, mas consensual. Salve Geral disputou a vaga com produções de peso como Budapeste de Walter Carvalho, Feliz Natal de Selton Mello, A Festa da Menina Morta de Matheus Nachtergaele, Se Nada Mais Der Certo de José Eduardo Belmonte e Síndrome de Pinnochio — Refluxo de Thiago Moyses.

O filme estreia em circuito nacional em 02 de outubro. Confira o trailer: