A frase mais clichê que o cinema já (re)produziu

Filósofos e pensadores costumam usar a expressão “Existem dois tipos de pessoas” para simplificar suas ideias e seus conceitos de forma impactante. O cinema também adora criar estas analogias, usando este raciocínio (às vezes radical) nos mais diversos gêneros de filmes para produzir frases de efeito. O vídeo abaixo, brilhantemente editado pelo cinéfilo James Chapman, demonstra como “There are two kinds of people” vêm sendo explorado há mais tempo do que você imagina:

Sem dúvida, “There are two kinds of people: my kind of people and the assholes!” (“Existem dois tipos de pessoas: as do meu tipo e os bundões!”) extraída de Pink Flamingos é a mais sensacional 🙂