Os Filmes Mais Perturbadores do Planeta #47: Deadgirl

A primeira vista Deadgirl se apresenta como um melodrama adolescente com toques de horror. No entanto, a medida que a trama avança, percebemos que esse não é um mero filme de zumbi. Desde a década de 1960, quando George Romero lançou A Noite dos Mortos-Vivos até a recente The Walking Dead, obras desse sub-gênero trazem críticas sociais como pano de fundo para suas histórias. No entanto, ninguém tratou o tema de maneira tão hardcore quanto Marcel Sarmiento e Gadi Harel, os diretores de Deadgirl. Através de imagens perturbadoras e revoltantes, o longa propõe reflexões morais e éticas a respeito do que realmente somos, em essência.