Os Filmes Mais Perturbadores do Planeta #40: Eraserhead


Longa-metragem de estreia de David Lynch (Veludo Azul, Twin Peaks), Eraserhead chegou a ser eleito um dos “25 filmes mais perigosos de todos os tempos”. A obra serviu de influência para vários cineastas como John Waters, Mel Brooks, George Lucas, Terrence Malick, Stanley Kubrick, e até hoje segue marcando gerações. Perturbador, intenso, claustrofóbico e alucinante, trata-se de uma ópera visual, um mergulho nos sonhos e pesadelos do seu realizador, um cineasta à frente do seu tempo. Aperte o play e embarque nessa viagem delirante.

  • Edu

    Getro, meu amigo, como eu amo esse filme! De fato você não poderia estar mais correto, Eraserhead é mesmo um dos mais perturbadores. Lembro-me da minha primeira sessão a essa lisérgica e pessoal viagem do mestre, foi uma experiência agoniante ao mesmo tempo que fascinante. É um filme que incomoda, e a mim, por exemplo, incomoda aquele bebê sinistro (além de outras coisas, óbvio) até hoje, chego até a arrepiar-me. É o mestre, né?! Lynch sempre soube das coisas! Filme essencial para qualquer amante da Sétima Arte que se preze.

    (Getro, gostaria de reportar um possível problema. Às vezes, e isso já vem acontecendo há algum tempo, aliás, não consigo digitar aqui na caixa de comentários. Por exemplo, se começo a digitar algo e, por qualquer motivo que seja, preciso parar para fazer outra coisa, quando volto não consigo retomar a mensagem porque simplesmente trava. Então preciso atualizar a página para que tudo volte ao normal. Não sei por quê isso acontece, mas é um negócio meio chato. Enfim, estou lhe dizendo pois prefiro comentar neste espaço a comentar no youtube. Acompanho seu site, você sabe disso, há anos, então isso meio que se tornou uma tradição. Abraço e até os próximos vídeos!)