Raw | Pessoas passam mal durante o filme sobre canibalismo

Uma ambulância foi chamada para socorrer espectadores durante a exibição de Raw, longa de horror sobre canibalismo exibido no Midnight Madness, mostra paralela do Festival de Toronto dedicada ao gênero. A informação foi divulgada pelo Hollywood Reporter e confirmada por Ryan Werner, executivo de marketing do filme, que explicou o motivo: “determinadas cenas contém muito sangue e tripas e isso provavelmente foi demais para algumas pessoas”.

Escrito e dirigido por Julia Ducournau, a co-produção franco-belga conta a história de uma estudante vegetariana (Garance Marillier) que se torna canibal após ser obrigada a comer fígado de coelho cru durante um trote numa faculdade de veterinária. A garota desenvolve rapidamente um desejo alucinante por carne humana e passa a seduzir seus colegas de classe, convidando-os para o “jantar”.

“Muitas cenas são tão realistas que se torna díficil olhar. Os espectadores de natureza mais sensível vão se sentir incomodados ao ver extremidades dilaceradas, marcas de mordidas e feridas abertas”, escreveu a Variety.

Não é de hoje que filmes provocam “reações adversas” nas plateias. Em 1974, o New York Times relatou que durante O Exorcista vários espectadores vomitaram durante as cenas nojentas de possessão. Outros desmaiaram, ou abandonaram a sessão com náuseas e tremor. Recentemente, em 2012, muitas pessoas sentiram mal durante as exibições de V/H/S. Outras relataram ficar inconsciente durante Prometheus – especificamente durante o trecho em que uma personagem realiza uma cirurgia em si mesma para remover o extraterrestre que está em seu intestino.

Depois daquela presepada com Bite, eu agora desconfio seriamente destas ocorrências. Estou começando a achar que tudo não passa de uma elaborada ação de marketing com atores contratados. Vamos esperar para conferir o filme e avaliar se o nível de gore e tensão psicológica é tudo isso mesmo. Raw ainda não possui previsão de lançamento no Brasil.

  • DTGSN

    Por mim isso é Marketing.

  • Mari Furucho

    bite foi tão ruim assim?
    Eu ainda não tive oportunidade de assistir]