Os filmes de horror mais promissores de 2016

10. February / The Black Coat’s Daughter

Dirigido por Oz Perkins, filho de Anthony Perkins (o Norman Bates de Psicose), February ou The Black Coat’s Daughter está sendo considerado um dos filmes de possessão mais chocantes desde O Exorcismo de Emily Rose (2005). A trama acompanha três garotas: duas delas obrigadas a passar as férias numa escola preparatória para meninas e outra que está viajando em companhia de dois idosos. As histórias vão se cruzar em determinado ponto, dando início a acontecimentos sinistros.

9. The Unkindness of Ravens

Andrew é um sem-teto veterano de guerra que desenvolve uma fobia de corvos após algumas visões assustadoras provocadas pelo estresse pós-traumático. Decidido a livrar-se dessa fobia, viaja para um retiro nas montanhas escocesas, onde ele descobre uma força sobrenatural conhecida como os guerreiros Corvo. Financiado atráves de uma campanha no Kickstarter, este longa-metragem promete muitas reviravoltas assustadoras.

8. Demon

Baseado numa lenda do folclore polonês, a trama acompanha dois jovens que vivem na zona rural da Polônia e estão prestes a se casar. Como um presente de casamento do avô dela, eles ganham um pedaço de terra. Na noite anterior a cerimônia, o noivo encontra restos humanos em sua nova propriedade, libertando acidentalmente uma entidade demoníaca. Não bastasse essa história sombria, uma semana após Demon estrear no Festival de Toronto, o diretor Marcin Wrona cometeu suicídio.

7. Invocação do Mal 2 (The Conjuring 2)

Sete anos após os eventos do primeiro filme, o casal de investigadores paranormais Lorraine (Vera Farmiga) e Ed Warren (Patrick Wilson) desembarcam na Inglaterra para ajudar uma família atormentada por uma manifestação sobrenatural que está perseguindo duas garotas. A trama é baseada no caso Enfield Poltergeist, registrado no final da década de 1970, considerado pelos verdadeiros Warren como o mais assustador de suas carreiras.

6. The Devil’s Candy

Um artista e sua família compram a casa dos seus sonhos, mas com o tempo descobrem que a propriedade tem uma misterioso passado. Certa noite, o filho dos antigos proprietários (já falecidos), um rapaz mentalmente instável, bate à sua porta, segurando uma guitarra elétrica vermelha, desejando “voltar para casa”. Dirigido por Sean Byrne (The Loved Ones), o filme foi extremamente bem recebido nos festivais especializados, arrancando gritos do público.

5. Baskin

Esta produção oriunda da Turquia promete uma viagem visceral e aterrorizante ao inferno, na mesma pegada dos longas franceses do movimento New French Extremism (Alta Tensão, Martyrs). O que começa como um filme policial rapidamente se transforma num pesadelo quando uma patrulha noturna é chamada para investigar uma residência e, ao entrar no lugar, se deparam com rituais satânicos.

4. O Diabo Mora Aqui

Quatro jovens vão passar as férias em uma casa de campo. Lá, descobrem a história perversa do Barão do Mel (Ivo Müller), um antigo senhor de escravos conhecido por ter cometido atrocidades com os negros. Uma destas histórias ainda assombra o lugar até hoje: um bebê recém-nascido teria sido usado num ritual de sacrifício, e sua alma estaria presa no porão. Longa nacional que causou frisson nos festivais mundo afora e promete elevar o nível das produções do gênero realizadas em nosso país.

3. A Bruxa (The Witch)

Nova Inglaterra, 1630. William e Katherine levam uma vida cristã com suas cinco crianças, morando a beira de um deserto intransitável. Quando o filho recém nascido do casal desaparece e colheita falha, a família vira outra. Por trás de seus piores medos, um mal sobrenatural se esconde na floresta ao lado. Exibido na Mostra SP em outubro de 2015, A Bruxa desponta com um dos filmes mais assustadores dos últimos anos.

2. 31

Financiado através de crowdfunding pelos fãs do roqueiro/diretor Rob Zombie, 31 foi severamente criticado pela MPAA (órgão americano que regulamenta a censura dos filmes) por conta do seu excesso de violência gráfica, nudez/sexualidade bizarra e imagens perturbadoras. O título se refere a um jogo sádico onde um grupo de pessoas sequestradas precisa sobreviver ao ataque de assassinos com máscaras de palhaço.

1. Under the Shadow

Ambientando em Teerã, durante a Guerra Irã/Iraque, o longa acompanha a jornada de uma mãe e sua filha, tentando sobreviver ao conflito armado. A criança, no entanto, começa a se comportar estranhamente após perder sua boneca favorita, e a mãe desconfia que ela possa estar sob domínio de um Djinn, espírito malévolo capaz de possuir humanos roubando-lhes objetos pessoais. Sensação no Festival de Sundance, esse horror iraniano vem sendo comparado a O Babadook, por conta de sua inventividade ao contar uma história assustadora, sem recorrer a jump scares.

  • Senhor das estrelas

    Esse The Witch parece ser excelente, é o meu estilo preferido de horror movie

  • Pedro Pepe

    Cinema brazuca mandando bem (tambem) em produções de horror, depois de ver “Condado Macabro” não duvido de mais nada. Esse ano promete “aterrorizar” os cinemas com produções dignas do meu sofrido salario 😉

  • Linda

    Ansiosíssima com esse “31” do Rob Zombie, se for do mesmo padrão de “Rejeitados pelo Diabo” então que venha logo.

  • fabricio

    witch é uma merda !!!!! não assistam !!!! é perda de tempo !!!

  • Diego

    The Witch é incrível, adorei 99% do filme, apenas o minuto final deixa a desejar ao mostrar de uma vez por todas o segredo do filme, que teria ficado excelente se tivesse deixado para que cada um tirasse a própria conclusão. A galera que reclama desse tipo de filme que possui um terror psicológico sem violência extrema ( como por exemplo, Good Night Mommy ), é aquele pessoal que só sabe assistir blockbusters americanos que precisam ter um senso de urgência e tudo resolvido a base de pólvora, assistam e tirem suas conclusões!

  • Luciano

    Muito bom o Baskin, vale a pena. O melhor é que não é uma história contada de maneira direta, te deixa meio que tentando montar um quebra-cabeça. Tem umas cenas bem perturbadoras também.