Power Rangers ganham versão fodástica para adultos


Os Power Rangers, ou melhor, os Mighty Morphin Power Rangers, fizeram parte da infância de muita gente. Quem vê o seriado hoje, não consegue entender como aquela tosquice foi capaz de cativar tantos expectadores. Fã da série de TV, o diretor e videoclipeiro Joseph Kahn (Pânico na Escola) resolveu gastar alguns dólares do próprio bolso para reimaginar os Rangers nos dias atuais. O resultado é um curta-metragem intenso, sombrio, repleto de violência (e até sexo!) que passa longe daquele inocente programa exibido nas manhãs da Rede Globo.

Batizado de Power/Rangers, o vídeo de 14 minutos retrata o futuro perturbado dos heróis coloridos e alterna entre flashbacks e um interrogatório brutal conduzido pelo ex-ranger vermelho Rocky (James Der Beek, o Dawson da série Dawson’s Creek) com a ex-ranger rosa Kimberly (Katee Sackhoff, de Battlestar Galactica) para descobrir onde está Tommy (o Power Ranger verde). Os dois relembram algumas das aventuras vividas por eles e revelam o paradeiro dos demais companheiros (Jason, Zack, Billy e Trini) em uma realidade pós-guerra, marcada pela influência do narcotráfico e das tecnologias invasivas:

A obra tem absolutamente nenhuma relação com a franquia de TV ainda hoje reprisada e é pouco provável que a Lionsgate use qualquer ideia do curta para o longa-metragem atualmente em produção, com lançamento agendado para 22 de julho de 2016.