Filmes Mais Perturbadores do Planeta #06: Salò ou Os 120 Dias de Sodoma


Saló ou Os 120 Dias de Sodoma

Acusado de repulsivo e chocante, Salò ou os 120 dias de Sodoma, não é indicado para pessoas sensíveis. Último trabalho do controverso cineasta Pier Paolo Pasolini – encontrado morto em circunstâncias misteriosas pouco tempo depois da estreia do filme -, a fita contém cenas de assassinatos, torturas, estupros, crueldades, orgias e… gente comendo bosta! Baseado em “A Escola da Libertinagem”, obra máxima do Marquês de Sade (autor que se tornou sinônimo de depravação), a película não poupa o espectador com suas cenas nojentas de coprofagia.

Apesar de lançado há quase 40 anos, Salò ou Os 120 Dias de Sodoma continua um filme extremamente perturbador e desconfortável. Nesta programa, analisamos esta obra-prima italiana de difícil digestão (sem trocadilhos), que apesar de inicialmente parecer um mero festival de bizarrices, é uma profunda crítica ao fascismo, ao abuso de poder e ao autoritarismo religioso. Se você acabou de almoçar ou jantar, deixe para ver o vídeo numa outra ocasião!

  • Nina Lamprey

    ECA! Esse é nojento pacas :-))))))))))))))