José Wilker morre aos 66 anos, vítima de parada cardíaca


José WilkerUma notícia triste para o cinema nacional: José Wilker morreu na manhã deste sábado (5) no Rio de Janeiro. O ator, de 66 anos, estava em sua residência na Zona Sul, quando sofreu uma parada cardíaca. A família ainda tentou levá-lo para o Hospital Samaritano, mas ele não resistiu. As informações são da Globo News.

Considerado uma das figuras mais consagradas da teledramaturgia brasileira, José Wilker de Almeida nasceu em 20 de agosto de 1947 em Juazeiro do Norte, no Ceará. Com apenas 13 anos, o cearense se mudou para Pernambuco e iniciou sua carreira artística como radialista. Em Recife, ele estudou teatro e já começou a dirigir espetáculos e produzir documentários sobre a cultura popular do sertão. Em 1967, impedido de criar e divulgar trabalhos por conta da Ditadura Militar, Wilker mudou-se para o Rio de Janeiro. Ainda nesse ano, ele reuniu alguns amigos e fundou o Grupo Chegança. Foi na montagem Imperador Assíria, em 1968, que ganhou o primeiro prêmio de melhor ator.

A partir daí, Wilker deslanchou. Estreou nas telenovelas em 1971, em Bandeira 2 e ganhou fama como o protagonista de Gabriela (1975), na TV Globo. Nos cinemas, participou de mais de 60 filmes. Entre seus papéis mais marcantes estão Tiradentes, em Os Inconfidentes (1972); Vadinho, do campeão de bilheteria Dona Flor e Seus Dois Maridos (1976); o polêmico Tenório Cavalcanti em O Homem da Capa Preta (1985) e Antônio Conselheiro, de Guerra de Canudos (1997).

O ator era uma apaixonado pela sétima arte. Entre 2003 e 2008, ele diretor-presidente da Riofilme, distribuidora de filmes do Rio de Janeiro e em 2010, publicou o livro Este Não é um Livro Sobre Cinema. Nesse meio tempo, assinava uma coluna semanal sobre cinema no Jornal do Brasil e fazia comentários de filmes no canal pago Telecine. Wilker também foi um dos comentaristas do Oscar, nas transmissões da Rede Globo.

José Wilker deixa três filhas, Mariana (com a atriz Renée de Vielmond), Isabel (com a atriz Mônica Torres) e Madá (com a jornalista Claudia Montenegro). Todo o seu dinheiro será doado para caridade.