Morreu Harold Ramis, o Egon de "Os Caçafantasmas"


Harold RamisO ator, diretor e roteirista Harold Ramis morreu nesta segunda-feira (24) aos 69 anos em Chicago, nos Estados Unidos. Ele faleceu por complicações de um tipo raro de vasculite autoimune, que provoca a inflamação de vasos sanguíneos. Sua mulher, Erica Mann Ramis, disse ao jornal Chicago Tribune que Ramis lutava contra a doença desde 2010.

Nascido em Chicago, a paixão de Ramis por comédia começou nos tempos de faculdade, onde se dedicava a criar paródias teatrais. Não demorou para ser contratado como editor de piadas da revista Playboy. No final da década de 1970 ingressou no National Lampoon, grupo humorístico para quem escreveria Clube dos Cafajestes (1978), Almôndegas (1979), Clube dos Pilantras (1980, sua estreia na direção) e Recrutas da Pesada (1981).

Em 1984, se juntou a Dan Aykroyd e Bill Murray para atuar em Os Caçafantasmas, que se tornaria o maior sucesso de sua carreira. Nos anos seguintes, participou mais do cinema escrevendo e dirigindo do que atuando. Feitiço do Tempo (1993), filme por qual receberia um BAFTA de melhor roteiro original, é considerado a sua obra-prima. Outros trabalhos marcantes atrás das câmeras foram Máfia no Divã (o original de 1999 e sua continuação de 2002) e Endiabrado (2000). Ele também fez papéis menores em Melhor é Impossível (1997) e Ligeiramente Grávidos (2007).

Harold Allen Ramis deixa três filhos, Julian, Daniel e Violet, e dois netos.