"Community": 4 anos de bom humor e homenagens ao cinema


Community

O brasileiro consome diariamente inúmeros produtos dos Estados Unidos. Estamos banhados do american-way-of-life, do ideal do sonho americano e o que prova isso de forma muito eficiente são os seriados produzidos por lá. O humor é muito próprio de cada região e cultura. Se nós conseguimos consumir e nos divertir com séries gringas de comédia, é sinal de que temos entranhada na nossa, a cultura deles também.

A nossa ligação com a cultura americana é tanta que já sabemos o que é um enlatado ou o que é um produto original. Isto explica facilmente o sucesso de Community, uma série que ganhou muitos adeptos ao longo de suas quatro temporadas. Trata-se de uma sitcom sobre uma universidade comunitária, que é uma bagunça e cheia de alunos problemáticos. A primeira característica que chama a atenção é o fato de não ter a maldita “laughtrack”, aquelas risadinhas ridículas de audiência. Um seriado que sustenta suas piadas sem esse recurso demonstra confiança no material humorístico com qual trabalha. E este material é excelente. Vinte minutos de guerra de paintball nos faz lembrar rapidamente de O Resgate do Soldado Ryan e outros filmes de guerra e o drama mostrado na tela não poderia ser outra coisa senão engraçado com armas que atiram tinta fazendo a universidade uma verdadeira zona (de guerra).

A história foca em Jeff (Joel McHale), um canalha que atuava como advogado até ser desmascarado com um diploma falso e é “sentenciado” a estudar em Greendale, a tal universidade comunitária. Na tentativa de paquerar uma garota, inventa um grupo de estudos, que acaba se tornando verdadeiro para seu desprazer. A turma é formada por personagens caricatos – o que é praxe numa comédia: Um velho (Chevy Chase), um ex-atleta (Donald Glover), uma “legalmente loira aspirante a psicóloga (Gillian Jacobs), uma menininha colegial (Alison Brie), uma cristã, mãe de dois filhos (Yvette Nicole Brown), um indiano cinéfilo quase autista (Danny Pudi) e, por fim, Jeff o cara legal, que lidera.

Danny Pudi, o cinéfil AbedVocê deve estar imaginando um tanto quanto inverossímil juntar um time destes, personagens tão impares – e olha que ainda temos um reitor travesti (Jim Rash) e um zelador amalucado (Ken Jeong). Mas os conflitos que surgem a toda hora no grupo o deixam um pouco mais real e muito mais engraçado. Junta-se isso o fato de o seriado ser do estilo humor metalinguístico e até politicamente incorreto – o que é um alivio nos dias politicamente corretos de hoje. A cada episódio, um gênero cinematográfico, cineasta, filme ou série de TV é revisitado, escrachado e/ou homenageado – não necessariamente nesta ordem. Com o passar dos episódios é interessante fazer nota de quantos gêneros já foram visitados. Sobram referências a Star Wars, Walking Dead, O Senhor dos Anéis, O Iluminado, Dungeons and Dragons, Jogos Vorazes, Tarantino, Harry Potter, documentários e western spaghettis, só pra citar alguns.

Tudo isso mostra um seriado rico em idéias inovadoras e reúne também o bom e velho humor que critica a sociedade. Há crítica ao comportamento do culto ao corpo, ao racismo, homofobia, competição, exclusão e tudo por um bem maior, que parece ser a ideia central da série. Por mais que ninguém ali “preste” todos tem algo a acrescentar. O programa fala da necessidade do ser humano de fazer parte, de pertencer a um grupo. Ainda que seja na universidade mais sem noção onde a origem dos professores é tão duvidosa quanto a dos alunos.

Infelizmente, o show está chegando ao fim. A quarta temporada, atualmente em exibição, será a última do programa. Desentendimentos, troca de show runner, briga por salários e o afastamento do veterano Chevy Chase contribuíram para o cancelamento da série. A notícia soa triste, mas melhor assim, enquanto o seriado está no seu auge. Ainda bem que existem os boxes em DVD com as temporadas completas para comprar e assistir quando quiser. Se você gosta de dar boas risadas, Community é uma excelente opção. Esta série nos faz rir e querer ver e rever cada episódio, em sequência, pois aqui a cronologia importa e vale cada minuto. No Dsconto, você encontra cupons de desconto (aqui e aqui) para adquirir sua série favorita por aquele precinho  Aproveite e boa diversão!

  • Juca

    Não está confirmado ainda q a quarta é a ultima, e também falar que community está no auge é uma estupidez sem tamanho, a qualidade caiu tanto da terceira pra quarta q eu por exemplo abandonei a serie, que outrora foi genial e que hoje é irritante, sem graça e maniqueista! Community morreu com a saida de Dan Hamon.

  • alexs

    Realmente a série esta em decline e eu concordo que Community não esta no auge,na verdade acho que a série merecia uma visibilidade muito maior perto da sua qualidade.Ah,voce se esqueceu de mencionar o incrivel Sr.Chang interpretado pelo genial Ken Jeong.