V/H/S, antologia de horror que fez relativo sucesso nos festivais especializados – e nas interwebs -, sequer estreou no Brasil e sua sequência já foi anunciada. No primeiro filme, um grupo de criminosos é contratado para recuperar uma fita rara em uma casa caindo os pedaços no meio do nada, mas acabam encontrando várias fitas VHS com gravações terríveis. S-V/H/S seguirá a mesma linha, acompanhando uma dupla de investigadores que, na busca por uma estudante desaparecida, se deparam com uma misteriosa fita:



Sete diretores dividem os créditos da continuação: Gareth Evans (Operação Invasão), Timo Tjahjanto (Macabre), Eduardo Sánchez (Adorável Molly), Gregg Hale (produtor de A Bruxa de Blair), Jason Eisener (O Vingador), Adam Wingard (que dirigiu o segmento “Tape 56” em V/H/S) e o roteirista Simon Barrett que faz sua estreia na direção.

O formato S-VHS realmente existiu, era uma espécie de VHS aperfeiçoado que não chegou a se popularizar, mas era bastante usado pelas produtoras de vídeo – no Brasil ficou conhecido como “Super-V”. S-V/H/S ainda não tem data de lançamento definida mas será exibido no Festival de Sundance neste final de semana.