Cartazes "sinceros" dos indicados ao Oscar 2013


O site humorístico norte-americano College Humor criou uma série de títulos e posters honestos para os filmes que estão disputando o Oscar de Melhor Filme este ano. Algumas destas produções ainda não estrearam no Brasil mas devem ser lançadas até 24 de fevereiro, data em que acontece a cerimônia de entrega do prêmio mais famoso do cinema mundial.

Confira abaixo os cartazes que, de forma satírica, “explicam” o motivo da indicação:

Daniel Day-Lewis Quer um Oscar 

O que mais chama à atenção em Lincoln, cinebiografia dirigida por Spielberg é o desempenho fantástico do ator Daniel Day-Lewis sob uma maquiagem incrível que o deixou idêntico ao famoso estadista norte-americano.

Call of Duty: Al Qaeda
Esse filme não é Guerra ao Terror

Dirigido por Kathryn Bigelow, A Hora Mais Escura (Zero Dark Thirty) conta como se desenrolou a caçada ao saudita Osama bin Laden. O poster faz graça com o jogo “Call of Duty”, muito conhecido entre os gamers, sugerindo uma missão envolvendo o grupo terrorista Al Qaeda.

Do livro que sua mãe leu
A Vida da Computação Gráfica

A adaptação para às telas do romance de Yann Martel, As Aventuras de Pi (Life of Pi), é repleta de efeitos visuais. O cartaz brinca com a ideia de que este foi o único motivo que levou o filme a atrair o público jovem para os cinemas.

Anne Hathaway em cena por menos de 20 minutos
Pessoas francesas, sotaques britânicos
Chorando e Lutando: O Musical

O musical Os Miseráveis (Les Miserables), baseado na famosa obra de Victor Hugo, coloca atores conhecidos do grande público para soltar a voz, como Hugh Jackman e Russell Crowe. O poster faz graça com a atuação de Hathaway, que está presente em apenas algumas cenas.

Bastardos Inglórios
Versão da Escravura

O título sincero de Django Livre (Django Unchained) brinca com o longa anterior do diretor Quentin Tarantino – Bastardos Inglórios – que também contava uma violenta história de vingança.

Comédia Romântica Nomeada Simbolicamente
Indicado que não vai ganhar

O Lado Bom da Vida (Silver Lining Playbook) tem poucas chances de ganhar, apesar de trazer no elenco queridinhos de Hollywood (Bradley Cooper, Jennifer Lawrence) e veteranos talentosos (Robert De Niro, Jacki Weaver).

Ben Affleck pensa que nós vamos esquecer “O Demolidor”

A brincadeira com Argo é uma referência ao filme de super-herói que o diretor/ator protagonizou em 2003, considerado uma das piores adaptações de histórias em quadrinhos já realizadas para o cinema.

Francês
Um filme dirigido por uma pessoa francesa com atores franceses
Vencedor de um prêmio francês

Na verdade, Amour de Michael Haneke, premiado no Festival de Cannes com a Palma de Ouro, é austríaco. Mas o poster não liga para este “detalhe” e faz graça da implicância norte-americana com os franceses.

Aquele Que Provavelmente Deveria Ganhar, Mas Não Vai
Finja que assistiu este

O filme independente Indomável Sonhadora (The Beasts of Southern Wild) que fez história por receber uma indicação de Melhor Atriz para a pequena Quvenzhané Wallis, de apenas nove anos, é considerado o azarão entre os concorrentes.

  • Pedro Lemos

    Hehe… french people, fench people… pior que os americanos pensam assim mesmo…

  • João

    Mas o Tarantino tá fazendo uma Trilogia de vingança, que ja teve o bastardos e o django, e ta pra sair outro ai, a ideia é fazer uma história dentro desse universo dele!

    • Junior

      Django não é filme de vingança…
      O próprio Tarantino disse que não é um filme de vingança…
      E só mais um do estilo dele. Sempre iguais em cenários diferentes.