10 Melhores Filmes de 2012


2012 passou num piscar de olhos. E cá novamente estamos com a complicada tarefa de escolher as produções mais significativas, assistidas ao longo do ano. A lista está bem eclética – de blockbusters a filmes cult – mas todos os longas-metragens trazem em comum o comprometimento radical de seus realizadores. Parece trivial, no entanto o cinema moderno carece daquilo que deveria ser obrigatório e óbvio: a paixão.

10. Os Vingadores (The Avengers): Adaptação das HQs do supergrupo criado por Stan Lee na década de 1960, o filme que reúne o Homem de Ferro, Hulk, Capitão América, Thor, Gavião Arqueiro e a Viúva Negra é um sonho de “marvete” realizado. Apesar de seguir a fórmula tradicional dos blockbusters, é entretenimento de primeira que empolga também quem não está familiarizado com estes seres fantásticos oriundos dos gibis.

9. Ted (Idem): Primeiro trabalho de Seth MacFarlane para o cinema surpreende por manter o humor ácido característico das séries de TV que o tornaram famoso – são crias dele Uma Família da Pesada e American Dad. O personagem título é um ursinho de pelúcia inconsequente que fala palavrão, faz sexo (com humanas) e usa drogas o tempo todo. Comédia para adultos cheia de referências a cultura pop, irreverente e politicamente incorreta ao extremo, raridade nos dias de hoje.

8. Moonrise Kingdom (Idem): A história ambientada no verão de 1965, se passa numa fictícia ilha na costa da Nova Inglaterra onde dois apaixonados pré-adolescentes, elaboram um pragmático plano e decidem fugir para viver juntos na floresta. Quando a dupla desaparece, os habitantes da ilha se movimentam para encontrá-los. Dirigido por Wes Anderson, esta comédia de humor inteligente, repleta de personagens anti-convencionais e situações surreais, retrata o universo infantil de forma nostálgica e singela.

7. A Separação (Jodaeiye Nader az Simin): A princípio, o diretor Asghar Farhadi faz supor que seu filme trata apenas de um conflituoso processo de divórcio em um país tão conservador e restritivo como o Irã. Mas, ao apresentar dois personagens antagônicos, marido e mulher, com visões de mundo e necessidades completamente divergentes – ela quer sair do país e levar a filha, enquanto ele insiste em ficar em Teerã para cuidar do pai idoso e doente -, o longa se transforma numa poderosa reflexão sobre temas universais como família, religião e conduta.

6. As Aventuras de Pi (Life Of Pi): Mais do que um filme, esta obra esplendorosa do diretor taiwanês Ang Lee é uma intensa experiência cinematográfica que nos faz refletir sobre a vida. O personagem título é um jovem que fica a deriva no meio do Oceano Pacífico depois que o navio em que viajava com sua família naufraga. Dividindo com ele a minúscula embarcação, estão uma zebra, um orangotango, uma hiena e um arisco tigre de bengala. Além da estonteante fotografia, o longa consegue como poucos aplicar a tecnologia 3D de forma sensacional, adequando-a a linguagem visual empregada na obra.

5. O Artista (The Artist): Durante a transição do cinema mudo para o falado, superastro das telas (Jean Dujardin), amado pelos paparazzis e manchete constante nos jornais, vê sua carreira ruir por não conseguir se adaptar aos novos tempos. Grande vencedor do Oscar 2012, esta ousada produção franco-bélgica sem diálogos e filmada em preto-e-branco é uma singela homenagem à sétima arte. Bela e cativante, uma experiência rara, para ver e rever inúmeras vezes, capturando os detalhes de cada cena.

4. Argo (Idem): Baseado numa história verdadeira, o filme mostra o resgate “cinematográfico” de seis diplomatas norte-americanos do Irã no final dos anos 1970, depois que o Aiatolá Khomeini tomou o poder e uma revolução político-religiosa foi instalada no país. Terceiro filme de Ben Affleck como diretor, uma obra primorosa, intensa e instigante, que certamente estará entre os principais indicados ao Oscar 2013.

3. Febre do Rato: O título faz referência a uma expressão popular típica da cidade de Recife que designa alguém puto da vida. Esse alguém é Zizo (Irandhir Santos), poeta irônico e libertário, editor de um tabloide anarquista que gasta o seu tempo fumando maconha e trasando com barangas. O seu mundo vira de ponta cabeça quando conhece a bela Eneida (Nanda Costa), que resiste ao seu assédio e mexe com sua maneira de enxergar o mundo. Surpresa e incômodo se misturam neste longa nacional plasticamente perfeito, que fala de livre arbítrio e padronização de comportamentos.

2. Intocáveis (Les Intouchables): Bilionário aristocrata condenado a viver numa cadeira de rodas depois que um acidente o deixou tetraplégico decide contratar como enfermeiro um imigrante senegalês recém saído da prisão sem qualquer experiência no ofício. Uma belíssima e inusitada amizade dentre os dois floresce. Inspirado numa história verídica, um filme sensível e edificante que nos faz lembrar de algo constantemente esquecido: que a vida vale a pena, mesmo nos momentos em que se mostra áspera.

1. Holy Motors (Idem): Rara obra de arte do cinema atual, o filme do francês Leos Carax não foi feito para o espectador que se recusa abstrair. O objetivo do longa é desafiar os sentidos da plateia, seja na busca de um entendimento maior do todo ou na imersão total no conteúdo imagético. Na “trama” acompanhamos Monsieur Oscar (Denis Lavant, sensacional), um homem sombrio que “entra na pele” de várias personagens, desde uma pedinte idosa a uma figura curiosa que vive nos esgotos de Paris, conhecido como Merde. Em sua limousine branca, ele persegue a beleza e o motor da vida, as mulheres e os fantasmas da sua memória.



  • Gustavo Innecco

    Só faltou o "The Dark Knight Rises" :(

    • Gostei muito, embora o tenha achado inferior aos dois primeiros. Seria o 11º desta lista.

    • E o Hobbit

    • josé

      não fala isso nem brincando cara! e eu que pensei que aqui encontraria amantes do bom cinema…Rises é uma bomba que só bitolados geração transformers ou nostálgicos dos dois excelentes filmes anteriores pode aprovar…

  • anabchamploni

    E espaço pra menções honrosas tem ai? Jogos Vorazes, 007 – Operação Skyfall , Hobbit – Uma jornada inesperada e o já citado TDKR brilharam esse ano.

  • Janerson

    O melhor filme de 2012 foi – procura-se um amigo pro fim do mundo

    • Renato

      Clichê demais…

  • Quanto aos melhores, alguns ainda não vi (Holy Motors e Febre do Rato), e os demais ou estão na minha lista também ou nas menções honrosas, exceto As Aventuras de Pi que, bem, deixa para lá haha.

    Abraços.

    • Sallem,

      Na sua lista dos melhores ainda falta eu apreciar muitas coisas boas (Um Alguém Apaixonado, No, Heleno), espero vê-los em breve. Quanto ao Pi, adorei muito! Vi sua crítica e concordo em parte, o 3D do filme me encantou e fascinou.

  • Josimar Oliveira

    Cadê "O Hobbit"?

  • israel

    faltou tão forte e tão perto, deveria estar entre os 10.

  • laerte

    Listinha um tanto pedante…lamentável. É só colocar uma porcaria iraniana, um filminho francês, uma lambida no lixo brasileiro e pronto: os melhores filmes de 2012 para hipócritas.

  • Rudy

    Tem que ser bem eclético pra colocar Holy Motors e Vingadores na mesma lista.

  • euhaha

    Porra, cade o Hobbit? e O Ditador? furada essa lista hein. Peter Jackson gasta milhões em um filme que é a sequência de uma maravilhosa trilogia e o cabra nem pra colocar na lista dos melhores.

  • NuitBlanche

    O PI pode até ser esteticamente bonito e com efeitos interessantes, mas não deixa de ser um grande plágio.

  • garanhão italiano

    Vingadores. você está certo disso?

  • Felipe Faleiro

    Particularmente sempre dei muita credibilidade ao site, e sempre confiei nas críticas, entretanto, após assistir "Ted", perdi um pouco de confiança no site, uma vez que achei uma comédia sem fundamento, muito apelativa, e pouco digestiva, que inclusive levei 2 dias pra concluir de ver o filme. Já com "O Artista", concordo e recomendo, e por fim "Os Vingadores", sinceramente achei infantil. Mais ainda sim quero assistir o restante da lista, apesar de não recomendar o "Ted" :S

  • Você mencionou Intocáveis mas cadê Amour ?

    • Apesar de ser de 2012, "Amour" só estreia no Brasil na semana que vem.

  • carolina

    faltou o batman

  • FRANCO

    pelo trailer de HOLY MOTORS não dá pra perceber, mas esse Merde, me pareceu ser o mesmo do longa TOKYO de 2008, mas a história sera a mesma????? http://www.imdb.com/title/tt0976060/

    • O personagem é o mesmo, Franco. Mas a história é diferente.

  • Rodrigo

    Faltou Drive, não?

    • Leonardo

      Concordo plenamente…Drive esta entre os top 05 do ano, sem dúvidas….

      • Assisti "Drive" em dezembro de 2011, depois de montar a lista dos melhores de 2011. A estreia do filme acabou adiada para 2012 e, imperdoavelmente, deixei ele de fora dos melhores de 2012 :-((

  • maicon

    Achei que "O Impossível" estaria nessa lista.