"The Raid – Redemption": uma experiência surtada!

The Raid - Redemption

Recebi esta semana do Kronos, amigão e parceiro do site, o espetacular blu-ray importado de The Raid – Redemption. Este filme indonésio(!) de ação premiado no Festival Internacional de Toronto e elogiadíssimo nos demais países onde foi exibido é realmente incrível, não só por sua qualidade técnica quanto pelas absurdas coreografias de artes marciais. Há tempos não via um filme deste gênero tão divertido. Não foi à toa que a Sony (através da Screem Gems) comprou os direitos de distribuição nos EUA e pretende em breve fazer uma refilmagem.

O fiapo de premissa não oferece algo de novo, mas o talento do diretor, roteirista e editor Gareth Evans (“Merantau”) transformam o longa num passatempo eletrizante. A trama se passa dentro de um edifício dominado por gangsters e assassinos, localizado numa favela de Jacarta. O prédio, considerado impenetrável e seguro pelos criminosos é invadido na calada da noite por uma equipe da SWAT encarregada de prender um poderoso chefão do tráfico. Obviamente, as coisas não saem como planejado e, encuralados no sexto andar, os soldados agora precisam lutar para sobreviver.

Apesar do simplório ponto de partida, O ritmo alucinante da fita deixa o espectador sem fôlego em grande parte dos seus 100 minutos de duração. As lutas com base no Pentjak-Silat, arte marcial indonésia que possui uma grande variedade de movimentos ofensivos e defensivos e técnicas que usam armas, são bem coreografadas e prendem a atenção; as sequencias de tiroteios bem realizadas e o edifício com vastos corredores é perfeito para o quebra-quebra dos combates corporais.

Graças ao potente home-teather pude aproveitar toda emoção do filme como se estivesse escondido atrás de uma daquelas portas do prédio invadido. Em determinados trechos, tive até que abaixar o volume para o zunir das balas e o som de ossos estalando não assustar os vizinhos. A qualidade da imagem também merece destaque e a TV de LED divide o mérito com blu-ray neste quesito: mesmo nas cenas menos iluminadas, a definição, as cores, as sombras… tudo perfeito.

Assistir The Raid é uma experiência surtada. Sabe-se lá se na Indonésia existe um sindicato de atores, ou se os mesmos tem seguro de vida durante as filmagens, o fato é que, mesmo com todos os cuidados, diante do grau hiper-realista da obra, é possível que os caras tenham se machucado para valer. Se você é um fã de filmes de pancadaria desenfreada e ficou com água na boca, não se preocupe. O filme será lançado no Brasil direto em Blu-ray e DVD no dia 10 de outubro com o título Operação Invasão.

Post patrocinado por Lojas MM

  • Tato Sabo

    Realmente!

    Já assisti esse filme e recomendo mesmo pra quem gosta de filmes de ação. as cenas são espetacularmente bem feitas… Surpreendente!

  • Dante

    Assisti esse filme já 2 vezes, muito bom! Para quem gosta do clássico "só porrada, sem histórias", recomendo! Aqui no Brasil ganhou outro título "Operação: Invasão", para quem não encontrar no título original 😀

  • Fernando

    Muito bom este filme! Excelentes cenas de ação do começo ao fim. Bem filmado, com cenas lutas fantásticas. Vale a pena!