10 posters proibidos por denotar violência


Em sua avidez para vender seus produtos, Hollywood às vezes exagera no tom. Em maio, publiquei aqui um post com 10 posters proibidos por suas insinuações sexuais que comprovam como os cartazes de filmes podem ser bem apelativos e subliminares. Além de sexo, violência também é receita de sucesso. Conheça agora, 10 posters que foram banidos por exagerar no uso deste “ingrediente” em suas artes promocionais:

10. Mandando Bala (Shoot ‘Em Up, EUA 2007): A ASA, Advertising Standards Authority, entidade britânica que regulamenta a censura dos cinemas no Reino Unido condenou os cartazes da ação desvairada protagonizada por Clive Owen por acreditar que os posters glamorizavam a violência ao combinar elementos símbolos de status – no caso, um celular – com arma de fogo.

9. 007 Contra Goldeneye (Goldeneye, EUA 1995): Os norte-americanos não são radicais como os ingleses quanto ao quesito armas de fogo, mas o agente secreto mais famoso do cinema encontrou resistência da MPAA no momento em que decidiu apontar sua Walter PPK em direção ao publico. Aparecer com revólver ou pistola pode, mas nunca em direção ao espectador.

8. Premonição 5 (Final Destination 5, EUA 2011): Na Europa, sobretudo na Inglaterra, os cartazes da sequência sobrenatural foram retirados de circulação após várias denúncias de pais com filhos pequenos. Os posters estavam fixados em pontos de ônibus e nas estações de metrô, aterrorizando os menores em seu trajeto para a escola.

7. Cativeiro (Captivity, EUA 2007): A Lionsgate teve sérios problemas com a MPAA por causa desta arte nefasta que chegou a ser exibida em outdoors espalhados pelas principais cidades dos Estados Unidos. Pais conscientes pediram a retirada do cartazes, visto que eles explicitam tortura e morte.

6. Vício Frenético (Bad Lieutenant: Port of Call New Orleans, EUA 2009): Nicolas Cage é o cão chupando manga neste remake comandado por Werner Herzog do policial dirigido por Abel Ferrara em 1992. Na arte acima que, graças a Deus nunca entrou em circulação, o personagem de Cage, sob o uso de heroína, ameaça e tortura uma idosa numa cadeira de rodas e sua pobre enfermeira.

5. Jogos Mortais II (Saw II, EUA 2005): “Inaceitável” foi a resposta da MPAA à Lionsgate, depois de colocar os olhos na arte concebida para divulgar o segundo filme da franquia torture porn. O estúdio só não foi penalizado em milhares de dólares porque o poster não chegou a ser impresso, “apenas” divulgado online em alguns sites especializados.

4. O Albergue (Hostel, EUA 2005): A famigerada Lionsgate mais uma vez precisou “rever seus conceitos” depois que está arte ultra-realista de um sujeito segurando a cabeça decapitada de uma mulher foi censurada pela MPAA. Apenas a Alemanha aceitou fazer propaganda do filme de horror com este poster assustador.

3. A Caminho de Guantánamo (The Road to Guantanamo, EUA 2006): O premiado documentário de Michael Winterbottom sobre três muçulmanos britânicos que estiveram em cativeiro na famosa prisão militar norte-americana em Cuba, teve seu poster rejeitado pela censura, que considerou a imagem forte e degradante. Na versão aprovada, apenas as mãos algemadas ficaram à mostra.

2. Raça Selvagem (Dying Breed, Australia 2008): O cartaz desta fita de horror inspirada na história verídica do assassino canibal Alexander Pierce apesar de não ter sofrido penalização pela censura australiana, foi execrado pelo proprietários de multiplex, outdoors e diversas outras mídias, que o consideraram nojento e de extremo mau-gosto para ser exposto em locais públicos.

1. O Retorno dos Malditos (The Hill Have Eyes 2, EUA 2007): O remake do horror trash dirigido por Wes Craven na década de 1970 teve este cartaz banido pela MPAA que não gostou de ver uma mão tentando sair do saco, numa nítida demonstração de sequestro. O órgão, no entanto, não viu problemas no poster aprovado, espertamente um giro de 180º: no lugar da mão, duas pernas.

  • Nossa, eu achei tão interessante muitos desses pôsteres. O úinco que achei mesmo chocante foi o do Nicolas Cage…

  • O poster de Raça Selvagem podia ser usado numa possível versão do cinema dos Canibais de Garanhuns !!!!!!!!!!rs

  • Não acho que os posters de Premonição deveriam ser proibidos, eles nem são apelativos.. Os cartazes da franquia nunca usaram de sangue, miolos ou sexo, apenas caveiras. Exagero..

  • Aquele 2º da empadinha parece alguem da terra do Lula.

  • RafaeL

    "Os posters estavam fixados em pontos de ônibus e nas estações de metrô, aterrorizando os menores em seu trajeto para a escola."

    UAHUAAHUHAUAHUAHA'…aterrorizando os menores…vocês não tem idéia do quanto eu ri lendo essa parte !

  • O que essa gente tem na cabeça para fazer posteres tão macabros

  • Cláudio

    o poster do Albergue é muito foda.