Crítica: Amor Impossível

Nada como uma aventuresca história de pescador. Infelizmente, o longa dirigido pelo sueco Lasse Hallström (do excelente Regras da Vida) não se aplica a este contexto, nem como “mentira” nem como diversão, ficando bem abaixo da média. Tinha tudo para ser um grande filme, com um ar agradável, leve e com um elenco muito competente, mas escorregou feio quando tentou se estender nos detalhes. Amor Impossível é um grande sonífero e foca nos assuntos mais chatos e desinteressantes que a película oferece.

Na trama, Dr. Alfred Jones (Ewan McGregor,sempre excelente), um especialista marinho é convidado por um sheik (Amr Waked, de Syriana) para ajudá-lo a transformar a pesca esportiva de salmões em algo atrativo para seu país, diga-se, de passagem, nas terras altas do Iêmen, em pleno deserto. Assim, uma consultora (contratada pelo poderoso asiático) acaba se tornando o elo de ligação entre esses dois homens e o público, que embarca numa viagem inusitada de amor com pitadas de fé.

O personagem principal é excêntrico demais, o que desvia em certos momentos o foco da trama. Muitas vezes insensível, o desastrado Dr. Jones vive muitos problemas no casamento (difícil apontar qual o mais grave deles) o que já deixa a lacuna para o seu desfecho totalmente óbvio do segundo ato até o final. Emily Blunt (Cinco Anos de Noivado), que vive a consultora Harriet, numa performance farsesca, acaba tendo forte influência no destino de cada personagem. Apesar do esforço da dupla central, a melhor atuação é mesmo da maravilhosa Kristin Scott Thomas. A veterana inglesa está magnífica na pele de Patricia Maxwell, assessoria do governo.

O maior defeito da obra é pegar os temas abordados (política, pesca, amor, fé, tristeza) e jogá-los num liquidificador. O resultado é um longa sem um pingo de emoção, uma cansativa jornada. Mesmo com um elenco talentoso e belas paisagens, a produção não consegue decolar. Numa analogia, podemos comparar Amor Impossível com um pescador inexperiente que vai tentar a sorte no lado errado do rio. O dia acaba e ele volta para casa de mãos vazias. Isso resume bem o longa.

(2/5)
Amor Impossível (Salmon Fishing in The Yemen)
Reino Unido, 2012 – 107 min.
Direção: Lasse Hallström. | Roteiro: Simon Beaufoy.
Elenco: Ewan McGregor, Emily Blunt, Kristin Scott Thomas, Amr Waked, Tom Beard.