Crítica: Missão Madrinha de Casamento

Bridesmaids

Enlaces matrimoniais já serviram como bons propósitos ou pano de fundo para divertidas produções ao longo dos anos, vide O Casamento do Meu Melhor Amigo (1997), Casamento Grego (2002) ou Vestida para Casar (2008). Produzido por Judd Apatow – a mente criativa por trás de Superbad e Ligeiramente Grávidos – e dirigido por Paul Feig (da série The Office), Bridesmaids passa longe das convencionais comédias românticas e está mais para uma versão feminina de “Se Beber, Não Case!”.

O filme conta a história de Annie (Kristen Wiig), uma solteirona passando pela crise dos 30, que perdeu tudo (inclusive o namorado) quando tentou abrir uma doceria. Ao ser escolhida pela amiga Lilian (Maya Rudolph) para ser sua madrinha de casamento, ela mete os pés pelas mãos ao tentar organizar uma grande festa, desde o chá de cozinha até evento propriamente dito, entrando em muitas confusões ao lado das demais damas de honra.

Missão Madrinha de Casamento estreou em maio nos EUA onde arrecadou cerca de 170 milhões de dólares, inaugurando um novo filão de comédias com mulheres em situações embaraçosas e, digamos, politicamente incorretas. Os desempenhos de Quero Matar Meu Chefe (com Jennifer Aniston) e Professora Sem Classe (com Cameron Diaz), ambos superando a casa dos 100 milhões de dólares na terra do Tio Sam, ajudam a comprovar a tese que este subgênero pode ser um bom negócio.

O roteiro, escrito pela própria Wiig e Annie Mumolo (que faz pequena ponta numa divertida cena em um avião), ambas sem nenhuma experiência nesta área cinematográfica, acerta na construção de memoráveis personagens e nas situações inusitadas – a sequência onde o grupo contrai infecção estomacal após exagerar nas comidas picantes de um restaurante brasileiro é uma das mais hilariantes -, só derrapando ao inserir subtramas desnecessárias, que comprometem o ritmo.

O elenco, cheio de rostos conhecidos das séries cômicas da TV, é outro ponto positivo. A protagonista Wiig (que entrou para o elenco do Saturday Night Live em 2005), possui um timing excelente e soube cercar-se de colegas igualmente talentosos com larga experiência em sitcoms. Destaque especial para Melissa McCarthy (recentemente premiada com o Emmy de Melhor Atriz por sua atuação na série Mike & Molly), uma gordinha muito engraçada que rouba as cenas onde aparece.

Missão Madrinha de Casamento é uma comédia direcionada para mulheres, mas o público masculino, se conseguir superar o sexismo, também vai dar boas gargalhadas. Apesar de explorar situações constrangedoras para fazer rir, o longa é uma grande ode a amizade (independentemente do gênero do espectador), provando que o dito popular “mulheres se beijam porque não podem se morder” é um tremendo exagero.

(4/5)
Missão Madrinha de Casamento (Bridesmaids)
Estados Unidos, 2011 – 125 min.
Direção: Paul Feig. | Roteiro: Kristen Wiig e Annie Mumolo.
Elenco: Kristen Wiig, Maya Rudolph, Matt Lucas, Ellie Kemper, Melissa McCarthy, Rose Byrne.

  • Frogman

    De tão escroto, nem parece filme de muherzinha!

  • ricardo

    Só risada o filme. Cenas escrotíssimas que ficaram muito engraçadas. Minha namorada detestou o filme kkk,, muito nojeira pra ela.