Os 12 Melhores Filmes “Gravações Perdidas”

A tradução de found footage quer dizer gravações encontradas, mas o sub-gênero acabou batizado no Brasil de gravações perdidas. Liberdades tradutórias à parte, o fato é que este tipo de produção está em expansão desde que há dois anos Atividade Paranormal pegou o mundo de surpresa: o horror que custou míseros 11 mil dólares, arrecadou quase US$ 200 milhões mundialmente. Tudo isto graças a uma astuta campanha de marketing que vendeu a ideia de que as filmagens eram mesmo verdadeiras.

As Found Footages misturam o horror com o mockumentary (documentário falso), colocando o espectador numa posição desconfortante: ele supostamente estaria assistindo a evidências de um crime, filmagens reais feitas por pessoas que desapareceram ou foram encontradas mortas. Estas gravações seguem determinadas convenções estéticas para torná-las mais críveis, com atores desconhecidos que falam diretamente para a câmera (que chacoalha bastante para parecer coisa de amador), pouca iluminação e cortes bruscos.

12. Holocausto Canibal (Cannibal Holocaust, Italia 1980): Grupo de documentaristas viaja aos confins da Amazônia para filmar a vida de índios canibais. A missão é um fracasso e uma equipe chefiada por um antropologista é enviada para resgatá-los. Ele consegue recuperar as latas de filme perdidas, que revelam o trágico destino dos cineastas desaparecidos. Um dos filmes mais polêmicos da história do cinema e o primeiro registo do sub-gênero found footage que levaria o realizador Ruggero Deodato aos tribunais sob a acusação das mortes serem reais.

11. O Túnel (The Tunnel, Australia 2011): Uma equipe de reportagem decide investigar os túneis abandonados sob Sidney, local onde corre um extenso rio que o governo quer utilizar para resolver a crise de abastecimento de água da cidade. No claustrofóbico labirinto de corredores, descobrem a existência de algo assustador. Embora não traga nada de novo ao gênero, é competente na forma como insere o espectador na trama e imprime veracidade à história.

10. Cloverfield – Monstro (EUA 2008): Durante uma festa em um prédio em Nova York, jovens testemunham a cidade ser atacada por uma espécie de monstro. Enquanto tentam salvar suas vidas, um deles continua registrando tudo com sua filmadora. A grande maçã já foi destruída por monstros de várias espécies (vide Godzilla), no entanto, a abordagem do produtor J. J. Abrams (criador de Lost) e do diretor Matt Reeves (Deixe-me Entrar) traz novo fôlego ao tema – apesar da história absurda – graças a linguagem documental utilizada que colabora (e muito) com o clima realístico proposto.

9. Estranhas Criaturas (Alien Abduction: An Incident in Lake County, EUA 1998): Esta é uma versão de Atividade Paranormal com extraterrestres. Durante festa de aniversário numa fazenda isolada, jovem “documenta” com câmera VHS amadora, a captura e abdução de toda a sua família. Produção furreca feita para a TV que convence (e assusta) bastante se você entrar no clima.

8. O Desaparecimento de Megan (Megan is Missing, EUA 2011): O diretor Michael Goi (das séries My Name Is Earl, O Mentalista), utilizou sete casos reais para escrever o roteiro deste filme de baixíssimo orçamento sobre duas meninas adolescentes que se deparam com um predador na internet. O resultado é irregular mas cumpre o seu “papel social”. Indicado especialmente para pais que ainda não perceberam o perigo que se esconde por trás das salas de chat.

7. The Poughkeepsie Tapes (EUA 2007): Polícia de Nova York encontra numa residência abandonada, centenas de fitas cassetes com torturas filmadas por um serial killer. Essas fitas, que dão título ao filme, abusam de distorções, granulações e desajustes de cor para fazer o espectador acreditar que está assistindo a cenas reais. The Poughkeepsie Tapes vive do hype criado ao seu redor por uma campanha de marketing que aprendeu com A Bruxa de Blair, mas o resultado final não é tão empolgante. Serviu para eclipsar a carreira do diretor John Eric Dowdle que no mesmo ano assumiu o comando de Quarentena, remake de [REC].

6. A Última Transmissão (The Last Broadcast, EUA 1998): Uma equipe de TV, juntamente com um psíquico, decidem fazer uma transmissão ao vivo do meio de uma mata deserta, onde supostamente vive uma entidade sobrenatural conhecida como “Demônio de Jersey”. A transmissão é interrompida e a equipe desaparece. O resgate só encontra o psíquico vivo, coberto de sangue. Um documentarista resolve então, a partir das imagens gravadas, criar um filme e elucidar o mistério. Realizado um ano antes de A Bruxa de Blair, só despertou à atenção do público após o sucesso do referido longa.

5. [REC] (Espanha 2007): Uma repórter e seu cinegrafista acompanham uma unidade do Corpo de Bombeiros em missão de resgate num antigo prédio de Madri. O que seria apenas mais uma atividade rotineira transforma-se num pesadelo quando o grupo é encurralado dentro do local por zumbis alucinados. Teve uma continuação inferior – e mais duas estão a caminho – além de uma refilmagem norte-americana (Quarentena).

4. Home Movie (EUA, 2008): Gravações “amadoras” feitas por uma família mostram que há algo de errado no comportamento dos gêmeos Jack e Emily, de 10 anos. A presença do conhecido Adrian Pasdar (da série Heroes) não diminui a atmosfera opressiva e inquietante que o longa provoca a medida que a trama evolui. Se você tem filhos pequenos, pense duas vezes antes de assistir. Caso eu tivesse visto este thriller antes de montar a lista Melhores Crianças Malvadas do Cinema, com certeza ele estaria entre os primeiros colocados.

3. A Bruxa de Blair (The Blair Witch Project, EUA 1999): Três estudantes se embrenham numa floresta para rodar um documentário sobre a lenda de uma bruxa e nunca mais são vistos. Um ano depois, suas fitas e gravações são encontradas e se transformam no filme A Bruxa de Blair, que acompanha a angustiante jornada de cinco dias através da floresta e os eventos aterrorizantes que resultaram no desaparecimento. Primeiro grande fenômeno da história do cinema independente norte-americano, uma campanha de marketing prévia lançou uma série de boatos na internet, ajudando a reforçar o mito.

2. O Caçador de Trolls (Trolljegeren, Noruega 2010): Um grupo de video-documentaristas investiga supostos desaparecimentos causados por ursos, para em um seguida descobrir que o governo esconde a existência de uma população de trolls numa reserva natural no Norte do país. Genial filme norueguês que impressiona pela criatividade e destreza em processar os acontecimentos de forma imprevisível e com efeitos especiais convincentes.

1. Atividade Paranormal (Paranormal Activity, EUA 2009): Não é segredo para ninguém que este é um dos meus filmes favoritos, já tendo aparecido em diversas listas. Na trama, um jovem casal decide colocar uma câmera no quarto de dormir para capturar evidências paranormais durante à noite. E conseguem com consequências aterradoras. Até hoje, ainda tem gente acreditando que tudo foi real, apesar do DVD/Blu-ray lançado conter um final alternativo.

  • Eduardo

    O único filme cuja campanha de marketing (que dizia ser imagens reais e blá blá blá) funcionou comigo foi o filme A Bruxa de Blair, mas assisti ao filme e logo depois descobri que tudo aquilo era apena ficção. Em minha opinião a estratégia de marking deles para fazer que o telespectador assista ao filme acreditando se tratar de fatos verídicos foi brilhante.

    E, como sempre, tem alguns filmes dessa lista que ainda não vi, mas concordo, eu só trocaria de lugar alguns: Dos filmes que assisti eu colocaria Cloverfield em último, em primeiro colocaria Cannibal Holocaust, em segundo A Bruxa de Blair, em terceiro Rec, quarto O Caçador de Trolls… E Atividade Paranormal acho que eu colocaria lá na quinta posição, mais ou menos.

    No mais, boa lista, tem ótimos filmes aí

  • Eduardo

    Caramba, lendo a sinopse desses outros filmes, fiquei com uma puta vontade de assisti-los. Vou atrás deles já.

  • Laisa

    Não consigo entender o que as pessoas acham bom em Atividade parnormal, é um filme suuuper cansativo com uma cena boa a cada meia hora.O melhor para mim é [REC]

    • cristiano

      a história é muito boa é o q faz as pessoas assistirem os outros filmes

    • Ana Paula

      Nossa, você falou exatamente o que eu penso. Foi um alívio saber que não sou a única, porque até hoje nunca conheci ninguém que pensasse como nós.

      "Não consigo entender o que as pessoas acham bom em Atividade parnormal, é um filme suuuper cansativo com uma cena boa a cada meia hora.O melhor para mim é [REC] " – 2

    • mary

      "Não consigo entender o que as pessoas acham bom em Atividade parnormal, é um filme suuuper cansativo com uma cena boa a cada meia hora.O melhor para mim é [REC] " – 3
      [REC] é excelente

    • Felipe

      Eu nunca vou entender o que veem demais nesse filme. Em qualquer momento que me perguntem qual foi o pior filme que você assistiu em toda a sua vida, minha resposta imediata será Atividade Paranormal. E olha que está abaixo até de Cinderela Bahiana.

  • Carlos Roberto de So

    Ótima lista! Vou procurar este tal de "Home Movie", parece promissor!

  • Pedro Lozano

    O Caçador de Trolls deveria estar em primeiro! Tomara que este filme chegue as cinemas brasileiros, eu veria de novo 🙂

  • Rodrigo

    Tudo o que o Eduardo escreveu, assino embaixo. E ainda complemento.
    É engraçado como Digerati, sendo um "cinéfilo", pode exaltar tanto um filme tão medíocre como Atividade Paranormal. Mas tudo bem, gosto é gosto, né?
    Mas o post para mim peca ao dizer que este tipo de produção só entrou em expansão depois de Atividade Paranormal. A própria lista mostra filmes anteriores, não?
    Ok, Atividade Paranormal arrecadou 200 milhões de dólares no cinema, enquanto A Bruxa de Blair "apenas" 150 milhões. Mas convenhamos: A Bruxa de Blair foi feito 10 anos antes. E mesmo assim, a meu ver (e de todos os que comentaram, pelo jeito), Bruxa de Blair tem uma história muito melhor, narrativa bem mais convincente e mais, foi verdadeiramente "O filme" que causou impacto no gênero. Tudo o que veio depois foi apenas cópia, no estilo found footage, que foi popularizado com Bruxa de Blair e não com Atividade Paranormal. Aliás, este último é tão ruim que teve apenas dois traillers: um mostrava apenas reação das pessoas no cinema (que, convenhamos, depois de ver o filme só podemos achar que foi montagem); o outro trailler mostra praticamente todas as poucas cenas interessantes do filme. Ou seja, entrega "tudo" em poucos minutos. Vale lembrar que a Dreamworks, que em 2007 comprou os direitos autorais de “Paranormal Activity” para refilmá-lo com orçamento melhor, decidiu lançar o projeto original, na minha opnião pq não havia o que mais o que fazer com roteiro tão pobre.
    No mais, vc citou outros excelentes filmes. Rec, por exemplo, foi outro ótimo filme, sem pretensões, que alcançou extrema popularidade (apesar da péssima refilmagem, que copiou praticamente tudo e ainda assim não conseguiu superar o original espanhol). Cloverfield, sem grandes pretensões, tb ficou bastante interessante, desde que vc não seja o tipo de pessoa que goste de tudo explicadinho e resolvido.

    • Olá, Rodrigo.

      O motivo de gostar tanto do Paranormal Activity é minha fascinação pelo tema (espiritual) da coisa. Nada a ver com qualidade técnica, originalidade (o que concordo com voce) ou roteiro. Mas, repare, que o número de falsos documentários só veio mesmo crescer em 2009 (pelo menos os com apelo sobrenatural) e não há 12 anos com o lançamento de Blair Witch Project.

  • Davi

    Faltou Lake Mongo

  • João Paulo

    Digerati onde você conseguiu o filme "Home movie"?
    Não o encontro de maneira alguma…

    • Uma amiga trouxe para mim dos EUA. Acho que ele não foi lançado aqui no Brasil.

  • João Paulo

    Que pena que o filme "home movie" não foi lançado no Brasil…

    Da lista que você postou eu gosto muito de "A bruxa de blair". Acho muito eficiente a coisa do medo sugerido e não explicito.

    Atividade Paranormal se apoia bastante – e bem, diga-se de passagem – no medo sugerido e também é um dos meus favoritos.

    Ótima lista.

  • André

    Achei, enfim, essa lista.
    Tem coisa aí pra eu procurar.

    Também gosto muito de Atividade Paranormal. Vai muito de se embarcar na proposta do filme e isso foi o que aconteceu comigo. Como comentei em outra ocasião, bastava cortar para as gravações noturnas lá dentro do quarto que já me dava taquicardia.

    REC, Blair e Cloverfield já estão em minha estante e o lugar de Atividade Paranormal está guardado.

  • Faltou Contatos de 4º Grau, pois contem as gravações reais das sessões dos pacientes, mas compreendo que não está na lista por não ter sido feito totalmente no estilo que a lista, muito bem elaborada, se refere. E tbm afirmo aqui a minha predileção pelo Aitividade Paranormal.

  • Concordo que "Activity paranormal" é um filme com roteiro ruim. Não tem praticamente nenhuma história e as cenas boas acontecem de meia em meia hora. É um filme cansativo, monótono. O que me cativa nesse filme, é a espiritualidade envolvida. Espíritos, demônios e fantasmas sempre foram meus preferidos, e transformá-lo num documental me fez simplesmente amá-lo. "REC" é – pra mim – estereótipo de filme perfeito. Dá susto, dá medo, tem um bom roteiro e é bem feito. Incrível, sem mais. "Cloverfield – monstro" também é muito bom. Saiu um pouco dessa coisa de demônios e zumbis e se focou em um monstro, uma criatura, o que pra mim é novo. Não é coincidência que o diretor seja J.J Abrams. Acho que nessa lista eu tiraria "Holocaust Canibal" que pra mim foi um filme sem graça e colocaria (não na mesma posição) "Grave encounters" que depois de tê-lo assistido ontem se tornou meu filme predileto em categoria "Falsos documentários".

    • Diogo

      Cara, Grave Encounters é realmente fantástico!!!

  • Alguém conseguiu o filme "Home movie"? Não o encontro em nenhum lugar ):

  • Otima Lista, acho Rec o melhor deles embora bruxa de blair seja o mais original e atividade paranormal o mais assustador…

    grande abraço!!!

  • Pasqualete

    Não me conformo com o sucesso de Atividade Paranormal.
    Não vejo razão para isso tudo. Vejam o que o marketing pode fazer.
    A única coisa que gostei na história foi a ligação entre os filmes.

  • Daniel

    Excelente lista! Os que não, verei com certeza!
    Caso não tenha visto, recomendo que veja Noroi – A Maldição. Um elenco enorme e muito bem editado para um mockumentary independente.

  • Leandro

    Acho que A Bruxa de Blair devia ficar com o 1°;

  • Sally

    Faltou o Grave Encounters!

  • Jesiel

    Faltou o melhor de todos GRAVE ENCOUNTERS, seguido de perto por ATROCIOUS!

  • rayanna

    Home Movie é bacaninha, n me empolguei muito pq tive que assistir em espanhol..Gente gosto é gosto, pq Grave Encounters é triste de tão ruim, Megan está desparecida dá medo da fragilidade das pessoas na net…No mais, cloverfild, rec, atividade paranormal são ótimos, valem muito a pena..

  • JeanDiSanti

    O chato nesses filmes é que todo mundo morre, aí a coisa fica meio sem sentido. Penso que finais tristes tem que ser bem encaixados no contexto, mas enfim… REC (pra mim o primeiro lugar por ser o mais brutal) não foi em Madri, foi em Barcelona. Faltou Fenômenos Paranormais, dos Vicious Brothers, nessa lista. O final desagradou muita gente mas o clima foi delicioso, foi tipo um REC americano. E quem não gosta de Atividade Paranormal, resta enfiar uma meia na boca e lamentar. Quem gosta de sentir medo, como eu, gostou do filme. (O 3 foi o mais legal com aquela cena do lençol de fantasma que todo mundo pensava que fosse uma das meninas) Como em tudo na arte, nem sempre a qualidade técnica é prerrogativa para um bom resultado.

  • Jhonny Kevin

    Rec me surpreendeu, mesmo com seu baixo custo de produção ficou show… agora é só esperar pra ver como termina essa história tão cheia de enigmas…

  • Bruno

    REC é o melhor filme gravado em “1º Câmera”.

    Na verdade, “A Bruxa de Blair” fez esse gênero de filme ser conhecido, “REC” reinventou o gênero e “Atividade Paranormal” popularizou.

    Mas a lista é MUITO BOA.
    Ressalva para “The Poughkeepsie Tapes”… O filme parece MUITO real!

  • Renan Astério

    O Caçador de Trolls é muito bem bolado!!!

  • Júlio Tang

    Outro filme bom de falso documentário é Noroi: The Curse.
    Filme japonês baseado numa antiga vila inundada pela inauguração de uma represa onde um ritual para apaziguar um demônio era feito. Mesmo a vila desaparecida, fenômenos estranhos acontecem por aqueles arredores. Então um jornalista decide investigar o caso, junto com alguns médiums de TV. Alguns desses parecem ser charlatões, mas enquanto mais o jornalista se aprofunda na história, as coisas parecem reais, os eventos sem nexo passam a ter uma terrível coesão que acaba numa assustadora descoberta!
    Já vou avisando, como o filme tem uma grande gama de pequenos detalhes que fazem parte de um quebra-cabeça, ele é longo e cansativo, mas vale a pena! O ponto forte desse filme é que ele parece muito realista! Recomendo. Tem no youtueb.

  • Lima

    Acho que devemos ver oque é um filme e oque e uma pessoa que desafia o próprio governo em seu filme reportagem (REAL), o dono desse blog foi tão errado que nem como CRITICO conseguiu ver a data certa e o ano do filme N; 11 – O `Túnel.
    A dia ocorrido foi em 10 de outubro de 2007 as 22:34hs. SAIBA VER O FILME ANTES DE FAZER CRITICAS.
    E isso até hoje não foi COMPROVADO se é real ou não, pare de ver filmes de ficção isso poderá confundi ló muito.

    Por mais estranho que pareça até hoje o filme foi publicado e pouco falado pelos australianos e estranho que parece que os atores são outros, rs…loucura né!!!
    Olha só nesse nesse vídeo – https://www.youtube.com/watch?v=IBiLEV1HroY

    Esse é meu ponto de vista.

  • Gabi Matarazzo

    The Poughkeepsie Tapes é FANTÁSTICO!
    A Bruxa de Blair eu achei um lixo! 😡

  • Juliano

    Recomendo muito VHS e VHS2. Tenso e violento do começo ao fim. Da sua lista gosto de Cloverfield e Rec. Os outros demoram muito pra acontecer alguma coisa, o suspense não se sustenta por conta da enrolação. Valeu as dicas!

    • A lista foi originalmente publicada em 2011, “VHS” e sua continuação não haviam sido lançados.

  • A..

    Cadê o "Poder sem Limites"?

    • A lista foi publicada em 2011, Poder Sem Limites ainda não existia.

  • Rodrigo

    Gostei da lista. The tunnel e Devil's Pass são os mais instigantes pra mim, embora a Bruxa de Blair seja o filme que me despertou o interesse para o gênero …

  • geoelite

    Considero até Atividade paranormal 1 bem interessante. Mas suas sequências são sofríveis de tão ruins. Pra mim REC (o primeiro é claro) entraria em segundo lugar e a Bruxa de Blair entraria em primeiro, por ter popularizado o gênero. (Apesar de holocausto canibal ter sido pioneiro)