Dominic Cooper no papel de Uday Hussein em “O Dublê do Diabo”

Lee Tamahori, cineasta neozelandês responsável por 007 Um Novo Dia Para Morrer (2002), é o diretor do filme sensação O Dublê do Diabo, grande sucesso na última edição do Festival de Sundance. Dominic Cooper interpreta o tal “dublê do diabo” a que se refere o título, o pobre iraquiano Latif Yahia, obrigado a substituir o cruel Uday Hussein, filho de Saddam, em eventos públicos:

Baseado no livro homônimo escrito pelo próprio Latif, o longa mostra como o filho mais jovem de Saddam obrigou-o a “trabalhar” para ele bancando o dublê. Yahia teria passado por diversas micro-cirurgias plásticas para ficar mais parecido com Uday. Em um mundo entrincheirado na traição e na corrupção, saber em quem confiar torna-se uma questão de vida ou morte para ele. Depois de sobreviver a 11 tentativas de assassinato contra o filho do ditador, Yahia conseguiu fugir do Iraque em 1991.

No filme, ambientado na Bagdá de 1987, Cooper faz tanto Yahia – que foi transformado na ficção em um tenente do exército iraquiano – quando Uday, célebre por suas festas e seu destempero. A bela atuação do ator britânico conferiu-lhe a concorrência pelo personagem principal de O Legado Bourne (que ficou com Jeremy Renner) e comparações com Al Pacino e seu Tony Montana em Scarface. Das extravagantes jóias e vestimentas caríssimas, ao peculiar penteado, as semelhanças são realmente notáveis.

A estreia de The Devil’s Double nos EUA está marcada para 29 de julho.