"Tropa de Elite 2" é a maior bilheteria da história do cinema nacional!

Nesta terça-feira (7), Tropa de Elite 2 tornou-se a maior bilheteria da história do cinema nacional ao alcançar a marca de 10.736.995 espectadores (cerca de R$ 100 milhões). Até  então, a maior arrecadação era a de Dona Flor e seus Dois Maridos (1976), de Bruno Barreto, com 10.735.524 ingressos vendidos.

Os dados são do Observatório Brasileiro do Cinema e do Audiovisual (OCA), da Ancine. Em cartaz deste o dia 8 de outubro, Tropa 2 deve aumentar ainda mais a distância visto que continua em cartaz em expressivas 200 salas.

O recorde é relativo. Não há dados confiáveis sobre o número de espectadores de sucessos antes dos anos 1970, como os filmes de Amácio Mazzaropi, muitos deles em circuito itinerante pelo Brasil. Estima-se que O Ébrio, por exemplo, de 1946, estrelado por Vicente Celestino, tenha sido visto por 15 milhões de pessoas, mesmo valor aproximado de Nem Sansão, Nem Dalila, chanchada de 1955.

Tanto O Ébrio quanto Dona Flor foram lançados em épocas diferentes e em conjunturas diferentes. Nos anos 1940, o Brasil tinha 4.200 salas, já ná década de setenta quando estreou o filme de Barreto, eram 3.300. Hoje, são 2.200 cinemas espalhados pelo país. Enquanto os circuitos exibidores foram reduzidos violentamente, a população brazuca aumentou. Em 1946, a nação contava com 41 milhões de habitantes; em 1976, éramos 110 milhões, e hoje somos 190 milhões.

O primeiro Tropa de Elite recebeu o Urso de Ouro no Festival de Berlim de 2008, mas foi duramente afetado pela pirataria, já que cópias do filme começaram a ser vendidas nas ruas três meses antes da estreia nas salas de cinema. Os produtores calculam que 11 milhões de brasileiros viram a fita em cópias piratas, frente aos 2,5 milhões que foram às salas de cinema.

Parabéns a José Padilha, Wagner Moura e todos os envolvidos.

Fonte: Omelete