Crítica: Gente Grande

Gente Grande

O comediante, ator, produtor, roteirista, músico e compositor Adam Sandler é um sujeito de muito prestígio em Hollywood. E muito querido também. Só isto pode explicar como ele conseguiu arrastar seus antigos colegas do Saturday Night Live para este Gente Grande, uma comédia medíocre que mais parece um sketch malfeito (e longo) do já citado programa humorístico televisivo.

O roteiro ridículo escrito por Sandler e Fred Wolf (veterano escritor do SNL) é uma grande piada – no pior sentido da palavra – lembrando, muitas vezes, o igualmente tenebroso Encontro de Casais, com Vince Vaughn. Aliás, chamar de “roteiro” este plano maquiavélico para usar o dinheiro do estúdio e ir passear com os amigos enquanto se finge que está trabalhando, é uma ofensa a classe dos escritores.

Lenny Feder (Adam Sandler), Eric Lamonsoff (Kevin James), Kurt McKenzie (Chris Rock), Marcus Higgins (David Spade) e Rob Hilliard (Rob Schneider), são cinco amigos que não se encontravam há trinta anos mas que voltam a se reunir no funeral do seu antigo treinador de basquete. O grupo decide então alugar uma casa de veraneio para passar o feriado da Independência dos Estados Unidos, relembrar os velhos tempos e partilhar às novas vidas.

Sandler usa a amizade como temática central, mas a história nunca é desenvolvida com muita habilidade ou criatividade. O que sobra são personagens caricatos recitando bobagens e fazendo comentários indiscretos, onde todo o elenco é mal aproveitado tanto individualmente quanto em conjunto. Salma Hayek e Steve Buscemi são os responsáveis pelas momentos mais constrangedores do longa, enquanto David Spade é o único ator que oferece uma performance cômica minimamente razoável.

Entre as dezenas de piadas (politicamente incorretas) sobre alcoolismo, sexo e obesidade, pouquíssimas se salvam. Entretanto, o que torna o desperdício ainda mais imperdoável, é perceber que existe uma química preciosa entre os cinco atores principais e que todos se divertem bastante durante o filme. Uma pena que nós, espectadores, não possamos dizer o mesmo. Vamos torcer para que estes amigos não se encontrem novamente!

(1.5/5)
Gente Grande (Grown Ups)
Estados Unidos, 2010 – 102 min.
Direção: Dennis Dugan. Roteiro: Adam Sandler e Fred Wolf.
Elenco: Adam Sandler, Kevin James, Chris Rock, Rob Schneider, David Spade, Salma Hayek.

  • Eduardo

    Ainda não assisti, mas pretendo algum dia.

    Não acho o Adam Sandler grande ator, pode ter feito um ou outro filme bom, mas ultimamente anda muito ruim. Depois que vi aquele "Ta rindo do que?", estrelado por ele mesmo, desanimei de vez de ver seus filmes. Mas mesmo sabendo que esse novo filme falhou, e muito, ainda quero dar uma conferida.

    Boa crítica!

  • Ricardo

    Querido…. a vida é bela…
    qual comedia americana tem conteudo?
    American Pie?
    ahhahahaha

    Isso deixou de ser uma critica para ser, to catando pelo em ovo!

    • Ricardo,

      Não precisa ter "conteúdo", mas tratando-se de comédia, espero, ao menos, que seja engraçada.
      A vida é realmente bela, mas dinheiro não dá em árvores. Se você vai ao cinema de graça, sorte sua. Eu pago!

  • Eduardo

    Existem dois tipos de pessoas, aqueles que se contentam com qualquer coisa (caso do amigo aí embaixo); e os mais exigentes (meu caso, e acredito que do Getro também).

    Não vou falar muito, pois ainda não assisti esse novo do Adam Sandle, mas vou aguardar, aí quando assistir (e acho que vai demorar um pouco), aí digo o que realmente achei.

  • NANA

    Bem eu adoro Adam Sandler e assisti todos os filmes com ele mais dois filmes na minha opinião deixaram a desejar . Um foi "Tá rindo do que?" e o outro é esse " Gente Grande" ….. Acho que" Ta rindo do que ?" se perdeu no roteiro e "Gente Grande" foi uma comédia muito fraquinha….. Bem ,sei que ele é roteirista de diversos filmes, e muitas vezes ele incorpora alguns momentos da sua vida ou seus pensamentos nos filmes…talvez seja isso pois me parece que perde no enredo…bem nao sei se foi o caso nesses ultimos filmes… eu precisaria pesquisar melhor a produção, enredo , roteiro pra falar com firmeza sobre isso….

  • E aí a gente pára e pergunta: "Que enredo?".

  • Fabio

    Concordo que teve cenas bem forçadas, porém o conjunto da obra é interessante.

    daria nota 6.5, porque o elenco é bom!

    4 de nota tambem forçou a barra né!!!

    • Que nada, Fabio! Sandler e companhia é que forçaram a minha (paciência).

  • Dayvison Santos

    Bom assisti o filme nesse domingo, foi o que tinha na hora e assisti, eu gosto muito de filme e cinema, e sempre procuro ver o lado positivo, pode ser mal feito, não ter roteiro, ter piadas politicamente incorretas, mas a moral da história é interessante pois mostra que as pessoas não valorizam muito as amizades e as crianças estão cada vez mais "jogando bola-de-gude no tapete".
    Gostei do filme, já disseram a um que gostou que gosta de qualquer coisa, mas acho que opinião é individual, e como a de todos devem ser respeitadas.
    Cada um ver o que quer ver, ou acha que vê, coloquei o que eu vi no filme, e por isso achei interessante. Quem tem filho devia ver e notar que playstation e dinheiro não completam a vida de ninguém, até jogar pedra no lago se torna divertido.

  • hdftj

    Eu não sou critico mais na minha opinião esse é o melhor filme de comedia que eu já assisti