Linhas Paralelas

A holandesa Philips com o objetivo de promover sua nova linha de TVs batizada de “Cinema 21:9” (conhecida também como SuperWide) associou-se a produtora RSA de Ridley Scott para desenvolver o projeto Parallel Lines.

Cinco jovens e promissores diretores foram convidados – Johnny Hardstaff, Carl Erik Rinch, Greg Fay, Hi-Sim e Jake Scott – a produzirem cinco curta-metragens que comprovassem o potencial deste novo produto, porém que tivesse o mesmo diálogo:

What is that? (O que é isso?)
It’s a unicorn. (É um unicórnio.)
Neve seen one up close before. (Nunca tinha visto um deles de perto antes.)
Beautiful. (Lindo.)
Get away, get away! (Saia daqui, saia daqui!)
I’m sorry. (Desculpe-me.)

Projetos em conjunto entre grandes empresas e diretores famosos está virando moda. Recentemente a parceria da Absolut Vodka e Spike Jonze resultou no sublime I’m Here. Parallel Lines tem claramente como objetivo principal a promoção de um produto, mas ao mesmo tempo é uma espécie de tributo ao cinema, com cinco curtas completamente diferentes mas igualmente fascinantes, repletos de narrativas inteligentes e excitantes (uns mais que outros) e estéticas majestosas.

DarkRoom de Johnny Hardstaff, segue uma linha sci-fi noir, ao estilo Blade Runner. Num intrigante plano sequência, o curta nos apresenta um detetive e o que ele observa através do zoom de seu equipamento.

A fotografia delicade de El Secreto de Mateo de Greg Fay traz um momento mágico em que uma garotinha cega conhece um “unicórnio” dentro de um apartamento pobre em algum lugar da América do Sul.

The Gift de Carl Erik Rinsch, é uma ficção científica futurista que conta a história de uma caixa misteriosa – estilo Hellraiser. A presença de robôs e a cena de perseguição lembram bastante Eu, Robô, adaptação cinematográfica do conto de Isaac Asimov.

A perseguição que Jake Scott mostra em The Hunt é bem construída. O local, o ritmo, os estalos, cada passo cria a tensão do momento da caça cujo clímax surpreende.

A única animação dos cinco, Jun & the Hidden Skies do diretor Hi-Sim viaja na aventura de duas crianças e seu coelhinho, com direito a batalha espacial e um dragão. A obra é o mais suave dos cinco filmes do projeto.

Além dos curtas, a Philips convida os cinéfilos e videomakers de plantão a criar a sua própria história utilizando o mesmo texto, em um concurso através do YouTube. Os videos enviados serão submetidos a votação popular, e depois avaliados pelo próprio Sir Ridley Scott.

  • ronkaly

    só 1 video nao eh privado :/