Vem aí Michael Jackson, o Filme

Quase um mês depois de sua morte e o rei do pop ainda é motivo de muito barulho na mídia. A mais recente é a noticia de que a Sony estaria desenvolvendo na velocidade cinco do créu um filme sobre os últimos dias do astro. Segundo a Variety, o estúdio estaria negociando com a AEG Live Entertainment (produtora por trás da série de shows que Michael Jackson faria a partir deste mês na O2 Arena), as filmagens dos ensaios que Jackson estava preparando para Londres, que totalizam cerca de 80 horas de vídeo.

A empresa de Los Angeles espera recuperar parte dos US$ 30 milhões investidos no retorno de Michael Jackson aos palcos, além de arrecadar fundos com propaganda e demais produtos derivados do suposto documentário, de acordo com uma fonte ouvida pelo Wall Street Journal. Especula-se que a Sony estaria disposta a pagar cerca de 50 milhões de dólares pelas gravações.

O filme mostrará pelo menos três videoclipes, incluindo uma versão alternativa de “Thriller”, gravados para exibição nos shows de Londres entre trocas de figurino, preparação de cenários etc. Estes clipes seriam originalmente exibidos em 3-D, mas não se sabe se isso será mantido no longa.

Os ensaios foram filmados por Kenny Ortega, diretor de High School Musical, que deve assumir a cadeira de diretor. Há boatos de que ele já começou a montar as imagens para que a Sony possa lançar a produção antes do fim do ano.

Enquanto isso, o tilintar da caixa registradora em torno da morte do cantor não pára. Nesta sexta-feira (24/07) chega às livrarias do Reino Unido a primeira biografia póstuma de MJ, preparada pela Harper Collins, para ser a primeira entre 15 editoras (!) que irão publicar biografias do cantor.

O livro, cujas primeiras 110 mil edições já estão na gráfica, começou a ser produzido no dia 26 de junho, um dia após a morte de Jackson, e para chegar às 196 páginas foi contratado um redator freelance que escreveu 10 mil palavras em 48 horas.

Fontes: Folha Online e Omelete