True Blood: Vampiros Viciados em Sexo

True Blood

Há décadas que não assisto nada decente sobre vampiros. Depois de Garotos Perdidos (1987), Bram Stoker’s Dracula (1992) e Um Drink no Inferno (1995), achei que nada no gênero fosse capaz de atrair novamente minha atenção. Eis que me deparo com alguns posters geniais de uma bebida chamada “Tru Blood” criados pela agência norte-americana Campfire. Surpresa! Descubro tratar-se de um campanha para divulgar a série homônima da HBO que estreou em janeiro deste ano no Brasil  (setembro de 2008 nos EUA).

“Tru Blood” (sem o “E” mesmo) é uma espécie de sangue sintético fabricado no Japão que permitiu os vampiros “sairem do armário” (ou seria do caixão?) e se tornarem parte da sociedade. E por razões óbvias, essa decisão criará impasses, discussões e um sem fim de problemas, tanto para os vampiros, quanto para os humanos, que de ambos os lados, têm aqueles que não se aceitam e/ou se toleram.

A série que tem um ar oitentista contagiante é produzida e dirigida por Alan Ball, criador da aclamada A Sete Palmos (Six Feet Under), e é uma adaptação da série de livros Sookie Stackhouse, de Charlaine Harris. Com o fim de Sex and the City e Os Sopranos, a HBO precisava de uma nova empreitada que a levasse de volta às evidências, aos grandes prêmios, e parece ter conseguido isso com a polêmica e envolvente True Blood.

A campanha viral de divulgação nos Estados Unidos foi sensacional. Perfis para os dentuços foram criados no MySpace e no Facebook. No blog BloodCopy, posts e vídeos contam como é o dia-a-dia desses vampiros e suas relações com os humanos. Já no Lovebitten.net, o “melhor site de encontros entre humanos e vampiros”, qualquer cidadão pode criar um perfil, respondendo um questionário e definindo suas preferências em busca do amor eterno.

Existe também o site oficial da bebida dos vampiros, a “Tru Blood”, que mostra toda a linha de produtos: com sangue tipo O, A, B e AB. Traz inclusive um comercial de TV e uma enquete para você descobrir qual é o seu “drink” recomendado. A peça publicitária mais divertida a ser utilizada foi as vending machines da “Tru Blood” que chegaram a ser instaladas em alguns estabelecimentos dos EUA, atraindo à curiosidade dos incautos.

Ainda não vi todos os episódios, mas até agora tudo parece bem promissor. A série virou mania na internet (por que será?) e motivo de discussão em diversos foruns especializados. Não foi à toa que os produtores já anunciaram a segunda temporada. A HBO Brasil está exibindo True Blood todos os domingos às 22h.

  • Esilia

    Esse negocio foi uma merda